destaque

A Natiruts tem uma característica singular. O seu público sempre quer ouvir as canções que não tocaram no rádio. Mas como se trata de um festival e ali estará um público eclético, tocaremos todos os maiores sucessos, mas para agradar os fãs também faremos algumas 'lado-B'”, conta Alexandre Carlo, vocalista e fundador da banda. Confira bate-papo com o artista, que fala sobre o Festival de Verão, DVD gravado em Salvador, entre outros assuntos. Portal Gshow

Gshow: O público baiano tem uma identificação muito grande com o Natiruts e vibrou muito com a confirmação da banda para o Festival. Vocês estão preparando algo especial para o show? O público pode aguardar alguma novidade?

Alexandre Carlo: Sem dúvida que sim. Nesse momento político-ideológico singular pelo qual estamos passando, a Natiruts sente a necessidade de se utilizar da linguagem do amor e da união, algo que já faz normalmente, para criar um momento específico dentro do show, que acreditamos irá influenciar as pessoas de que a união e o conviver com as diferenças é o melhor caminho para o futuro.

Gshow: Vocês escolheram Salvador para a gravação do último DVD de vocês. É diferente tocar aqui? Vocês gostam de se apresentar para o público baiano?

Alexandre Carlo: Escolhemos Salvador por que é uma cidade onde o reggae é mais que somente um estilo musical. Em Salvador, reggae é cultura.

Deixe seu comentário

 
 
Pedidos Histórico