destaque


Os valores e as pessoas mudaram muito. Com essa premissa, Rodrigo Piccolo, do Mato Seco, justifica seus questionamentos acerca da Constituição, segundo ele, "falida, antiga e passada" ao defender a legalização da maconha. A banda é a convidada desta edição do "TV Folha Playlist", programa musical publicado aos sábados no site da Folha.

A restrição do uso da droga, no argumento de Piccolo, é cultural. "Foi colocado lá atrás. Quando os EUA proibiram a erva, o mundo todo seguiu, e foi justamente para segregar parte da população", diz o músico.

Deixe seu comentário

 
 
Pedidos Histórico