destaque


Confira alguns fatos interessantes que talvez você ainda não saiba sobre aquilo que tanto gostamos: O Reggae!


1) O Mais vendido

O Álbum Legend lançado em 8 de maio de 1984 é uma coletânea com os maiores sucessos de Bob Marley e sua banda, The Wailers. Contém praticamente todos os seus hits, não incluindo as músicas de caráter político, mas sim reggaes dançantes e com caráter pop, com exceção de algumas faixas como Redemption Song e No Woman, No Cry. Está em 46º lugar na lista de 500 maiores álbuns da revista Rolling Stone.

2) No Grammy

O Grammy Award para Best Reggae Album é uma categoria apresentada no Grammy Awards, que presenteia artistas pela qualidade de álbuns de Reggae. Esta categoria foi introduzida em 1985 como Best Reggae Recording.

3) A palavra na música Brasileira

Quando Caetano Veloso gravou "Nine out of ten" em 1971 (disco Transa, 1972) citando o reggae que ouvia na rua Portobelo Road, em Londres, ainda não existia Bob Marley no cenário mundial. Caetano não gravou a música tentando imitar o gênero jamaicano. Mas fez uma citação sonora na introdução, com violão e bateria, que remete ao ritmo tropical. Coisa do Macalé que assinou a direção do disco (mas não creditado no encarte). Foi, muito provavelmente, a primeira vez que a palavra reggae foi dita dentro da música brasileira.

4) O primeiro Grande Sucesso

O hit de 1968 "Hold Me Tight", do artista americano Johnny Nash, recebeu o crédito por ter colocado o Reggae pela primeira vez nas paradas de sucesso dos Estados Unidos. Veja o vídeo

5) Hino da anistia no Brasil

Em Maio de 1979 Gilberto Gil lançou um compacto com "Não chore mais", versão de Gil para o reggae "No woman, no cry" (de B. Vincent), gravado por Bob Marley, e "Macapá" (de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira); "Não chore mais" se tornará o seu maior hit: o disco venderá 750 mil cópias (e se transformará numa espécie de hino da anistia no Brasil).

Tem alguma curiosidade sobre Reggae? Compartilhe sua ideia nos comentários.

Fontes: scaruffi.com | grammy.com | reggaeroot.com | culturabrasil.com.br | gilbertogil.com.br

Deixe seu comentário

 
 
Pedidos Histórico