destaque


Fique por dentro de alguns fatos interessantes da vida nosso querido jamaicano rei do Reggae.
1) Criança sensitiva
Quando tinha quatro anos, Bob começou a pressagiar a partir da leitura da palma da mão. Como as previsões invariavelmente eram acertadas, ficou conhecido na região. Um dia, quando já era famoso, voltou a Kingston e uma mulher pediu que ele lesse a mão dela. Diante do pedido, respondeu: “Eu não estou mais lendo mãos. Estou cantando agora”.

2) Prisão
Em 1968, Bob passou um mês na prisão na Jamaica por porte de maconha. Durante este tempo, conheceu alguns prisioneiros com os quais criou forte relação. Eles o motivaram a escrever músicas com mensagens políticas mais contundentes. Em 1977, voltou a ser detido pelo mesmo motivo, em Londres. Devido ao uso religioso da maconha pelos rastafáris, Bob foi um ativo defensor de sua legalização.

3) No Brasil
Bob Marley só veio um vez ao Brasil: em março de 1980. Como não trouxeram um cozinheiro para preparar a comida I-tal, seguida pelos seguidores do movimento Rastafári, Bob, Junior e Jacob se alimentaram apenas de sucos de frutas. Um acompanhante disse que cada um deles bebeu 15 copos de suco. Os de manga e maracujá foram os mais apreciados por Bob.

4) Atentado
Em 3 de dezembro de 1976, em meio à efervescência política e à violência causada por gangues na Jamaica, que vivia um clima de guerra urbana, Bob Marley decide fazer uma apresentação gratuita como forma de pregar a paz e a unidade da juventude no país. O primeiro-ministro jamaicano Michael Manley apoiou o evento como forma de apaziguar os ânimos às vésperas das eleições. Durante um ensaio em sua casa, ele, a esposa, Rita Marley, integrante da banda, e o empresário Don Taylor foram baleados e levados ao Hospital Universitário. As motivações do atentado nunca foram esclarecidas.

Dois dias depois, Bob, mesmo sabendo dos riscos que corria, resolveu fazer sua apresentação durante o evento “Smile Jamaica”. Ele e Rita subiram ao palco com os curativos e, ao ser questionado sobre o fato de comparecer ao show mesmo baleado, o músico disse a célebre frase: “As pessoas que estão tentando destruir o mundo não tiram um dia de folga. Como posso, eu, tirar, se estou fazendo o bem?” Após o ocorrido, o casal decidiu ir morar em Londres, por questão de segurança, e ficou oito meses sem tocar na Jamaica

5) Rico depois de morto
Em Novembro de 2014, a revista Forbes colocou Bob Marley na quinta posição das celebridades que mais dinheiro ganharam depois de mortas – não só devido à música (vendeu mais de 75 milhões de discos nas duas últimas décadas), mas também graças à venda de produtos com a cara e o nome do músico, como t-shirts, camisolas, headphones, entre outros.

Deixe seu comentário

 
 
Pedidos Histórico