destaque


Saudações galera,

Para honrar o meu novo adjetivo, vamos polemizar um pouco as coisas! O assunto é bem complexo e muitas opiniões podem ser expostas, mas aqui eu quero expressar a minha, certo?! Quero discorrer um pouco, sobre o REGGAE e a APOLOGIA.

Primeiro vamos definir APOLOGIA, segundo o dicionário: 'Discurso ou escrito que defende, justifica, elogia uma pessoa ou coisa: fazer a apologia da reforma. Elogio, louvor, glorificação: fazer a apologia da virtude.'
  
Vamos 'arroxar' mais as coisas e falar especificamente sobre apologia ao uso da Cannabis. Segundo essa definição dada pelo dicionário, eu posso considerar que qualquer música que fale sobre, a popular maconha, elogiando-a, seja dada como música de apologia, certo!? Mas, ta uma coisa que me vem sempre a cabeça, porque fazer apologia ao uso da maconha é ruim? Não, eu NÃO FUMO MACONHA, mas sinceramente não entendo porque todo esse alarde com o reggae que fala sobre maconha, cannabis, santa kaya, marijuana, enfim seja qual for o nome dado.

Somos bombardeados o tempo todo com apologia ao uso do álcool, ao consumo desenfreado, a alimentação em fast foods, que são coisas muito prejudiciais, mas por estarem dentro da lei, ninguém reclama, nem marginaliza. Veja, eu sei dos efeitos, (maleficios e beneficios) da maconha, não estou dizendo que fumar maconha faz bem e deve ser feito. Só estou dizendo que somos uma sociedade hipócrita por criticar  músicas que falem sobre isso, enquanto temos em midia aberta e escancarada, apologia à outras coisas que deviam ser ilegais, mas não são. Tá argumento clichê, mas real. Temos dois pesos e duas medidas, e muitas vezes temos argumentos preconceituosos por não conhecermos, ou por sermos impelidos à isso. Não acredito que uma música que fale sobre a maconha, faça apologia e vá convencer alguém à fazer uso. Até porque eu escuto músicas assim e nem por isso fumo maconha. Mas acredito que essa mistificação, essa proibição desnecessária, essa polêmica toda gerada, desperte a curiosidade nas crianças e adolescentes fazendo com que elas se interessem pela tal planta proibida.

Querer ditar regras sobre o que se pode cantar, tocar, ouvir, falar, acredito que seja voltar aos tempos de censura. Lutou-se tanto pela liberdade de expressão e hoje querer censurar é regredir, e acredito eu que, é para frente que se anda. Mas de contrapartida temos que ter bom senso, se você fuma maconha, beleza, não precisa ficar falando nisso o tempo todo, nem ficar expondo o seu hábito por ai, existem pessoas que não fumam e querem falar sobre outras coisas, respeito consiste em saber o limite das coisas. Reggae e maconha são assuntos que são interligados, mas ao mesmo tempo são assuntos distintos, e precisam ser abordados com muito cuidado. Nem todo maconheiro curte reggae e nem todo regueiro fuma maconha. Então não generalize e nem ache que o único assunto que um regueiro domina é a cannabis!

Vamo que vamo, respeitam uns aos outros e sendo coerentes no discurso e nas atitudes!

Paz, amor e alegria...

Deixe seu comentário

 
 
Pedidos Histórico