destaque


Saudações Nação,


Hoje quero falar de um assunto que, já é até 'meio batido', mas é um assunto que ainda tem muito a ser discutido, a tal da discriminação!

Muito se fala sobre a discriminação, mas pouco se faz, já que ela ainda é praticada, até pelos próprios donos dos discursos 'antirracistas' (é tudo junto mesmo, reforma ortográfica, fica esperto). Na minha opinião, e creio que muitas pessoas concordarão comigo, dividir a humanidade em raças, é um dos atos mais racistas que se pode ter.

Comemorar o dia da consciência negra, o dia da mulher, o dia de não sei quem, e etc, são formas de mascarar a discriminação. Afinal porque os negros tem que ter um dia de comemoração se eles são iguais aos brancos, aos ruivos, aos indios, aos amarelos?? Porque a mulher precisa de um dia internacional, se ela briga tanto por direitos iguais?? O discurso fica controverso quando falamos algo, mas na prática acontece de maneira diferente. Criaram datas comemorativas, para 'reinvidicar direitos' mas acabaram transmitindo a idéia  preconceituosa e  muito forte de segregação, tornando assim mulheres, negros, indios e  outros 'grupos',  vitimas ante a sociedade.  Não quero radicalizar, mas muitos apelidos que colocamos nas pessoas, ou 'referências' que usamos para citá-las são formas de discriminação. Ex: 'Aquele Português', ' E ai Paraiba', 'Fala seu cabeça chata', 'Seu Criolo', e por ai vai uma infinidade.


 Vamos buscar a coerência no discurso, quando levantarmos a bandeira contra a discriminação, vamos levantá-la sem dois pesos e duas medidas, afinal seja o individuo branco, negro, amarelo, indio, mulher, homem, rico, pobre... Somos todos iguais, não precisamos de 'proteções' ou dias comemorativos, ninguém aqui é vitima do sistema, nem coitadinhos, assim como 'brancos' tratam mal 'negros', vejo 'negros' tratam mal 'brancos'. Eu já vi muito homem, apanhando de mulher. Mulheres não são coitadas, nem vitimas!  Vamos ser coerentes, e realmente viver uma sociedade igualitária, onde todos somos iguais, e a única coisa que nos diferencie entre seres humanos bons ou maus, seja o nosso caráter e não a nossa 'cor', o nosso 'gênero', ou uma 'história sofrida', ou 'grana'... 

Paz, luz, muito amor, e alegria...
Vamo que vamo...

Deixe seu comentário

 
 
Pedidos Histórico